terça-feira, 17 de julho de 2012

No intervalo do cinema

olhei de esguelha para a tipa (olho sempre de esguelha para toda a gente, nem sei como não sou vesga)  e vi-a a abrir um livro no colo. Pensei, aaaaah gente de cultura que aproveita todos os momentos para se cultivar mais um pouco... até no intervalo do filme, caraças!. Mas depois não era bem um livro, era aquela coisa dos casados e divorciados do Arrumadinho. Livro por cima, saco da Fnac por baixo, talão de compra a servir de marcador. Ou seja, ela não encontrou o livro, ninguém lho ofereceu, nem muito menos lhe calhou numa promoção qualquer. Foi comprado por ela própria. Pensei então outras coisas, coisas tais que me coíbo de escrever aqui, por falta de tempo e limitações de vernáculo.

12 comentários:

Ana disse...

Ahahahaha

Ana 100 Sentidos disse...

Salva-se o filme que ela foi ver ou não?

Pipoca Mais Picante disse...

Muito melhor ter "aquela coisa" do Arrumadinho que um balde de Pipocas a fazer barulho, digo eu, que percebo de Pipocas.

S* disse...

ahahah Bom, respeito a opção, mas achei graça ao teu texto.

A Paraíso disse...

Não seria oferta na compra de outro?!

Brown Eyes disse...

Aproveitadinha a menina. O Passos deve convida-la para o governo. Agora que o Relvas está de saída. esse também aproveita bem, faz três num, ela terá onde se colocar e aí tem tempo para ler os livros todos. Beijinhos

Mam'Zelle Moustache disse...

Ahahahahah! Mas não chegaste a dizer se a moça estava sozinha. Pode ter sido num acto louco de desespero, sei lá.

Petra disse...

És velhaca, ou bilhaca, ou jararararararaca! hahahhahahhahahahhahahhahahahhahahha!!!!!

Bípede Falante disse...

adoro imaginar as cenas da vida alheia também :)
beijoss

pedro b disse...

é curioso... eu não faço ideia do que é isso do arrumadinho e do livro do arrumadinho. é só isso a as não sei quantas sombras de grey.

Ana Sofia Santos disse...

a uma amiga foi-lhe oferecido o livro pela irmã. ela diz que teve vontade de lhe espetar com os livro nas trombas :)

Marianne disse...

Clap clap clap...

[No verão, num dia de praia ali para os lados da Parede, avistei o seguinte: quarentona com bikini tigresse, celulite a acompanhar, farta cabeleira ruivo-cabeleireira. A senhora solta a parte de cima do bikini, ficando de mamas ao léu - quarentona, relembro - e saca do livro dos solteiros e divorciados. De-ca-den-te!]