segunda-feira, 25 de julho de 2016

Enganei-me

e comprei um saco de maçãs orgânicas. Nove dólares por 1.360kg.
Foda-se, isto até faz mal à saúde de uma pessoa.

sexta-feira, 22 de julho de 2016

Mr. Thomas Hall

-You have no soul.
-I have no soul? What are you talking about, mr. Thomas?
-Well, I'm sorry, you have no soul.

quinta-feira, 21 de julho de 2016

Se

eu despejar uns, sei lá, 50ml de vodka no meu Total 10 Blueberry Smoothie do dr Oz, será que continuo no trilho para uma vida mais saudável...?

É este o género de coisa que não sei se estou a fazer bem ou mal na minha vida... 

quarta-feira, 20 de julho de 2016

Netflix

Tempo que se demora a escolher um filme/série: 140 minutos
Tempo que se demora a ver o filme/série: 90/45 minutos

segunda-feira, 4 de julho de 2016

Às vezes

apetece a uma pessoa um naco de chouriço com pão. E arranca-se um bocado de chouriço e arranca-se um bocado de pão. Não sei que manobras da física se dão com esta operação, mas nunca há maneira de acertar a quantidade de pão com a quantidade de chouriço. E então tira-se mais um bocadinho de pão, e depois mais um bocadinho de chouriço, e depois mais um bocadinho de pão, e depois mais um bocadinho de chouriço, e depois mais um bocadinho de pão, e depois mais um bocadinho de chouriço, e depois mais um bocadinho de pão, e depois mais um bocadinho de chouriço, e depois mais um bocadinho de pão, e depois mais um bocadinho de chouriço, e depois mais um bocadinho de pão, e depois mais um bocadinho de chouriço, e depois mais um bocadinho de pão, e depois mais um bocadinho de chouriço, e depois mais um bocadinho de pão, e depois mais um bocadinho de chouriço, e depois mais um bocadinho de pão, e depois mais um bocadinho de chouriço, e depois mais um bocadinho de pão, e depois mais um bocadinho de chouriço, e depois mais um bocadinho de pão, e depois mais um bocadinho de chouriço, e depois mais um bocadinho de pão, e depois mais um bocadinho de chouriço, e depois mais um bocadinho de pão, e depois mais um bocadinho de chouriço, e depois mais um bocadinho de pão, e depois mais um bocadinho de chouriço, e depois mais um bocadinho de pão, e depois mais um bocadinho de chouriço, e depois mais um bocadinho de pão, e depois mais um bocadinho de chouriço, e depois mais um bocadinho de pão...

quinta-feira, 30 de junho de 2016

E Toronto

está a ser varrido de uma ponta à outra por carros forrados com bandeiras portuguesas. Há-os por todo o lado. Mesmo que uma pessoa mais distraída (ou em morte cerebral) não dê pelo colorido da coisa, é impossível ignorar as buzinas. Pareço eu que estou aí. Os portugueses nas beiras dos passeios, - de bandeiras na mão e vestidos com T-shirts da seleção - gritam, agitam os braços e cumprimentam os outros portugueses, apesar de não os conhecerem de lado nenhum.
E pah, se querem que vos diga, isto é um espalhafato lindo de se ver.

quarta-feira, 8 de junho de 2016

Estou completamente siderada

Ainda me lembro da password disto. Tudo bem que foi à terceira tentativa, mas ainda assim, foda-se, espectacular!

sexta-feira, 3 de abril de 2015

terça-feira, 19 de agosto de 2014

Nunca

pensei ver uma coisas destas ao vivo, quanto mais viver um dia a duas ruas de uma.



terça-feira, 15 de julho de 2014

Ser mãe é

"Compraste um frango assado outra vez?! Ainda na semana passada compraste. Daqui a pouco estás como aquelas mães que não sabem cozinhar, e depois têm de comprar a comida toda congelada no supermercado e quando os filhos fazem anos, lhes compram o bolo numa pastelaria.".

segunda-feira, 9 de junho de 2014

Às vezes

naqueles momentos de introspecção, em que tudo nesta vida é questionado... em que o passado nos parece erro atrás de erro, e o futuro é a maior da incógnitas, eu pergunto-me: "Serei a única pessoa deste planeta que nunca provou sushi...?"

segunda-feira, 28 de abril de 2014

Mais um obrigada aos nossos serviços noticiosos

Realizou-se em Fátima mais um almoço anual de groupies do Marco Paulo. Acho isto excelente. Fazem muito bem em confinar este tipo de gente a espaços fechados e remotos.

sábado, 26 de abril de 2014

Ser mãe é


A única forma de uma caixa de cereais durar mais de 1h nesta casa, é comprar All-Bran Fibre Plus. Servem como uma espécie de repelente. 
(e depois meter lá dentro a embalagem dos chocapics muito bem acondicionada)

segunda-feira, 31 de março de 2014

Desconfio há muito tempo

que ir ao dentista provoca cáries. 
Uma pessoa vai fazer uma limpeza e lá vem a conversa "Olhe que tem aqui uma cárie...vai ter de marcar uma consulta para tratarmos disto. Não lhe dói quando bebe coisas frias ou quentes?", "Não, não dói nadinha", "Que estranho". E então uma pessoa vai e marca a consulta. Na consulta vêm mais novidades bombásticas, "Olhe que aqui deste lado tem outra cárie a formar-se. Temos que se tratar disto.". "Mas como é possível doutora? Eu porto-me tão bem. Eu é fio dental, eu é elixir, eu é escovar os dentes três vezes por dia, pah!", "Pois, às vezes isto é das pessoas, sabe?". 
É mais ou menos como levar o carro ao mecânico. Uma pessoa vai lá por causa de um barulhinho, e quando dá por ela, dizem que tiveram de meter um carburador ou um difusor ou um compressor (ou qualquer outra merd* acabada em "or") ou que a tampa do tanque não sei do quê está a verter óleo e bang, 430€. Uma pessoa lá sabe se foi ou não foi... olha-se para o carro e parece tudo na mesma. Mas pronto. Pagar, calar, seguir.

sábado, 8 de março de 2014

Acabaram de me dizer


"Finalmente calor. Não era preciso era tanto!"

Deficientes mentais. Deficientes mentais everywhere.

terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

Cum caraças



 Despesas iniciais

A minha certidão de nascimento certificada - 20€
Duas certidões de nascimento da minha filha certificadas - 40€
Duas certidões de nascimento do meu filho certificadas - 40€
Certidão de casamento certificada - 20€
A certidão de nascimento internacional da minha filha certificada - 20€
A certidão de nascimento internacional do meu filho certificada - 20€
O meu cartão único com pedido urgente - 30€
Cópia do meu cartão único certificada - 18€
Pedido do meu registo criminal - 5€
Novo pedido do meu registo criminal (porque o nome estava mal, mas sabe-se lá porquê, tive de o pagar à mesma) - 5€
Pedido de cidadania do país de destino para o meu filho - 73$
Pedido de cidadania do país de destino para a minha filha - 73$
Exame médico para mim, efectuado pelo médico oficial do país de destino - 150€
Declaração internacional de possuidor da carta de condução para o meu marido - 6€
Passaporte do país de destino para o meu marido - 147$
Bilhete de avião para o meu marido - 390€


E ainda agora começamos... isto de emigrar é mais dispendioso do que eu imaginava.
O lado bom da coisa, é que pelo meu exame médico, não tenho sífilis, e no meu registo criminal eu tenho "no convictions". Menos mal, né.



segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014

Esta coisa da existência

A esperança média de vida é demasiado curta para o trabalho que isto dá.

terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

A UE

está chocadíssima com o resultado do referendo suíço a respeito da emigração. A realização do referendo em si não foi por si só um choque? Há acções que chocam bastante mais que os resultados das mesmas, tal como neste caso.

terça-feira, 4 de fevereiro de 2014

Uma coisa chamada permeabilidade das massas

O fim do facebook vai ser causado pelas notícias em que se vaticina o fim do facebook.
Não quero com isto dizer que vá ter grande pena...

Os novos anúncios da MEO/TMN

 provocam-me regurgitações e úlceras gástricas. O antigo quarteto maravilha aprimorou-se na arte do chato e sem piada. A sério. Alguém os vise, ou avise quem lhes paga. Começa a não haver garfos suficientes no mundo para espetar nos olhos, por cada vez que aqueles estarolas aparecem no ecrã.

sexta-feira, 31 de janeiro de 2014

quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

Isto das praxes

é como aquilo dos pit bulls. De vez em quando a coisa descontrola-se, né.


(e outras vezes é apenas parvo)

terça-feira, 28 de janeiro de 2014

Viciei-me

em ler os comentários às notícias, principalmente no facebook. Há qualquer coisa de absolutamente rocambolesco, alucinado, absolutamente hilariante e muitas vezes desequilibrado nos comentadores de notícias online. Óbvio que o tom varia consoante o tema e muitas vezes saio dali nauseada. 

Divido então isto dos comentários online em 4 grupos distintos (provavelmente são mais, mas estou com pressa. Gosto de me arrepender mais tarde das imperfeições do que faço.)

Comentários a notícias políticas - servem para apetrechar o vernáculo dos insultos.
Comentários a notícias económicas - são dos mais enriquecedores, porque acabo sempre por perceber melhor o que se passa pelos comentadores, do que pela notícia em si.
Comentários a notícias sobre animais - roçam muitas vezes o fanatismo e complicam-me o sistema nervoso.
Comentários a celebridades ridículas - são o filet mignon do comentários online. O crème de la crème.

Having a bad day? Percam cinco minutos a ler comentários a notícias sobre o Justin Biever, que ficam logo mais bem dispostos.

(eu nunca me publicitei como boa pessoa, pois não? Então shiu.)

sexta-feira, 24 de janeiro de 2014

É tão divinalmente certo e tão totalmente reconfortante

que o moscatel não congele quando é deixado no congelador. É nestas alturas que eu entendo o cosmos e todo o sentido da vida...

Whatever you do


... do it with a blast.

domingo, 19 de janeiro de 2014

Truth be told

os meus pais eram heterossexuais e o resultado não foi lá grande coisa.
Não me parece que este assunto careça de mais ilustrações.

sexta-feira, 17 de janeiro de 2014

quarta-feira, 15 de janeiro de 2014

Ser mãe é

- Aaaah mamã, hoje o dia está-me a correr tão bem!
- Já trato disso.

segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

Ronaldo pah

até a mim me fizeste lacrimejar. Eu, que raramente lacrimejo e a quem a lacrimejice alheia irrita.  Maravilha. 

sexta-feira, 15 de novembro de 2013

Ser mãe é

Estavam aqui as minhas colegas a dizer que se ganhassem hoje o jackpot do euromilhões de 100 milhões de euros, tinham mais oito filhos cada uma, porque as crianças são o melhor do mundo e mais não sei quê.  Respondi que se me calhasse o jackpot, internava-me numa clínica de luxo e mandava laquear as trompas. That's sums it up.