segunda-feira, 18 de abril de 2011

Ontem vi um filme

com um homem não muito esperto. Burro, pronto. Quando ele e a mulher decidem ter um filho, toma conhecimento de um procedimento médico que alteraria o embrião de forma a criar um ser humano com uma inteligência muito a cima da média. Um génio, portanto. O desgraçado, na plena consciência de que de inteligente não tem nada e de que a burrice é provavelmente hereditária, rouba uns milhares de dólares a um chefe da máfia para pagar a alteração genética do embrião. O tipo acabou em fatias nas traseiras de uma charcutaria, o que transmite a habitual mensagem de que quem se mete com a máfia, fode-se, mas a questão é que o filho nasceu dotado daquela tal inteligência acima da média e o pai não morreu em vão.
E estas coisas todas, aliadas à reportagem da SIC "Geografia do (des)emprego" que eu tinha acabado de ver, mais os dez meses de envios de currículos, levam-me a pensar se não deveria agarrar nos que amo e mandar-me daqui para fora enquanto posso. Este é um país sem esperança, sem futuro. 
Não é preciso acabar em fatias na traseira de uma charcutaria, basta a coragem de meter um carimbo num passaporte e dizer adeus a esta porra toda.

16 comentários:

meldevespas disse...

e garanto-te q n és certamente a unica a equacionar essa hipótese...

Johnny disse...

Mas, pela parte que me toca... estas observações humorísticas, variedades, etc., no blogue, vão continuar?

De resto... é indiferente.

anouc disse...

Mel, bora lá.

Jóni, observações humorísticas? Não sei do que falas.

Inês disse...

Se podes arrisca.

S* disse...

Para melhor mudavas, certamente.

Zeny disse...

Nem tudo é mau neste País... :)

Helena disse...

beibe, abre uma casa de meninas finas, que enriqueces num instante. só por dizer que é ilegal, mas daqui pouco tempo já não é e se fores discreta nada te acontece.

Poetic GIRL disse...

Tenho pensado exactamente o mesmo! e quem sabe não esteve mais longe de o fazer... beijo

pinguim disse...

Há muita gente a pensar o mesmo; mas, se eu estivesse nesse número (a idade não o permite), sei que o meu destino não seria a Europa, pois este continente está já a prazo...
Angola é um destino de muito futuro.

Carla disse...

Adoro o teu blog, parabéns.
E sim se tens possibilidade, faz-te á vida noutros países (de África ou características muçulmanas).Moçambique é um país cheio de oportunidades, basta querer, vá e poder. Os muçulmanos são pessoas mais á frente no pensamento e muito evoluídos. E sim, reza a historia que Portugal nunca passará da cepa torta, só viveu períodos áureos na época dos descobrimentos e mais recentemente com todo o dinheiro fresco e vivo que veio da UE e o que fez? Fez como o nosso Rei, que dava grandes festas e passeava os seus lindos fatos pelos populares. AH pois é, as pessoas não gostam que eu diga isto, mas é verdade verdadinha. Não é, nem nunca será e não é ser pessimista é ser objectiva e realista. Basta saber um pouco de história. Pisga-te miúda o mundo está ai á tua(vossa - daqueles que não encontram alternativas por aqui). Qualquer coisimha, espreita o meu blog da nossa viagem a Moçambique e vê a beleza daquele pais, que tem tanto para crescer. Beijussss

Pedro Coimbra disse...

Às vezes é necessário.
Eu sei isso muito bem.

Mokas disse...

oh se é...
aceitam-se sugestões para carimbar o passaporte.

Anónimo disse...

Nem precisas de passaporte para isso.

Anónimo disse...

opções ... o nosso canto, por muito mau que seja, é sempre nosso ... aplicam-se aqui dois ditados populares, de muita sabedoria:

- cada macaco no seu galho

- os hóspedes aos três dias cheiram mal ...

que não se perca a esperança (haverá alguém que a achará ...) e não a deixemos morrer (caso mais grave ...) ... NUNCA ....

além disso onde estão os paraísos?

existem?

Petra disse...

Arrisca.... há muito quem o tenha feito e que hoje dá graças a Deus pela decisão.

Elsa disse...

Não estás Sozinha nesse Pensamento, realmente o Futuro é Negro aqui...Arrisca!