terça-feira, 26 de abril de 2011

Eu juro, mas juro mesmo

que um dia venho aqui actualizar isto. Acalmai-vos almas torturadas e ávidas. I shall be back. Tenho tido a vida recheada de contingências, o que é chato na medida em que as contingências interferem na inércia total e proliferante do meu dia-a-dia e me impedem de procrastinar em condições.
Mas ao menos acabaram as férias escolares. Valha-nos isso. Estive prestes a disparar um lança-chamas à cabeça. Deve doer um bocadinho, mas eu já estava por tudo... Não me ter metido na droga já foi uma sorte. Quer dizer, não a tinha à mão... só Valiuns. Valium conta como droga? Nem sei... whatever.

24 comentários:

meldevespas disse...

tal e qual minha amiga....principalmente isso do procrastinar em condiçoes...

S* disse...

Oh mulher, tu arrebita.

Anónimo disse...

Estou prestes a ficar desempregada, e sempre que te leio temo ficar assim como tu :|

Lazy Cat disse...

Um grande viva ao fim das férias escolares! VIVA!! Finalmente posso (podemos) pôr a cabeça em ordem =D

Johnny disse...

"temo ficar como tu", disse o anónimo.

AHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAH

anouc disse...

Jóni, e o anónimo disse isso como se fosse uma coisa má... pfft

Até parece. *cofi

Johnny disse...

AHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAH

Lugh disse...

Encravei nas "contingências interferem na inércia total e proliferante(...) impedem de procrastinar (...)". É uma parágrafo que entra no ouvido. Não se estranha, e entranha-se profundamente!
Quanto à droga... se tens, não sejas egoista, arranja ao povo! Xanax já não serve, para mim!

anouc disse...

Ó Lugh, tu vê lá se desencravas senão não consegues ler o resto do post. :D


Jóni, porque no te calas? -.-'

Johnny disse...

AHAHAHAHAHA... AH... AH!

Catsone disse...

Valium conta, sim senhora.

Petra disse...

oh pa esmeraste-te agora mulher mijei-me! hahahhahahhahahhahahahhahahhahahahhaha hahahhahahahhahhahahhaha ahahha bjo

Pedro Coimbra disse...

ANOUC,
O espírito é mesmo o do whatever.
Uma expressão que George W. Bush popularizou.
Iraque?
Whatever.
Afeganistão? Guantánamo? Katrina?
Whatever.
Não deu grande resultado, mas......whatever!!!

Inês disse...

Fiquei com um dejá vu com essa história dos valiums...usa mas não abuses.

Catarina Reis disse...

AH!AH! A droga tem dessas coisas, por vezes aparece disfarçada.Bjs

Soraya Azevinho disse...

os teus posts sao suberbos :D

Drinha disse...

Vale a pena esperar!Seja o que for que passe e te deixe um tempinho!

Patife disse...

O Patife só conhece uma droga. E essa faz bem à saúde! ;)

Vitor disse...

Pois...por aqui se tira enxaquecas ;-)))

BjS

Anónimo disse...

Tu és a PIPI :|:|:|:|:|:|:|

Mum's the boss disse...

gostei do blog - estou viviada! Por isso é bom que voltes porque eu acebi de te adicionar aos meus favourites. Só por isso!

Mum's the boss disse...

Possa! O meu teclado está biruta! Acabei de ler o que escrevi e não sai nada de jeito! OMG!!! Já vi que há post novo... VIVA!

Brown Eyes disse...

Está actualizado. Não queres actualizar os meus? Beijinhos

Elsa disse...

Olha que Cena! Sempre ouvi dizer que não há Miséria que não dê em fartura e é Verdade! Ou estás com Tempo a Mais ou estás com Tempo a Menos!