sábado, 4 de setembro de 2010


Nos momentos de tédio costumo torturar plantas. Torturo-as sem dó nem piedade. Com malvadez mesmo. É nelas que descarrego todas as minhas frustrações... quer dizer, todas não, que não tenho assim tanta planta.
E como é que se torturam plantas, perguntam vocês. Basta verificar para que lado estão as folhas viradas e rodar o vaso na direcção inversa. A planta demora depois cerca de uma semana a virar novamente as folhas na direcção da luz solar. É angustiante para elas "Porra, filha da puta da gaja que me virou outra vez para a parede! Lá vou ter de fazer uma ginástica do diabo. Filha da puta pá! Sol, sol, sol, sooool!!".

É assim que elas falam, as plantas. É assim, que eu já ouvi. Não têm tento na língua.

imagem por  s t r a n g e 

17 comentários:

AC disse...

Gosta-se da prosa que se consome por aqui. Aliás, tenho para mim que até as plantas gostam. :)

Beijo :)

Menina do Chuveiro disse...

Isso é ainda pior que meter gatinhos no caixote do lixo.

A tua sorte é que eu sou uma insensível, senão já havia um grupo no Facebook a pedir a tua decapitação xD

Pinkk Candy disse...

que máaaa!!!

Nês disse...

Que tortura! Qualquer dia tornam-se carnívoras e devoram-te como vingança muahahaha

Fi disse...

Eu acho que faz muito bem Às plantinhas fazer um pouco de ginástica, esticar as folhas e tal... Acho muito bem!

Masquediabo disse...

Eu tento fazer avida negra às formigas...

o mesmo de sempre disse...

Eu agora estou numa de acreditar que são sempre :p

Adorei o título do teu blog. E a imagem do cabeçalho e a imagem do perfil :D

Salvador disse...

O melhor é arranjar uns girassóis aí para casa, Anouc... recuperam a direcção pretendida mais depressa. ))

Mary Jane disse...

Fiz um comentário todo catita e deu service unavailable. Dizia basicamente que eu torturo plantas sem querer, por insuficiência de àgua, e é através de pequenos gestos como este que chego à conclusão que não posso ter crianças tão cedo!

Denise disse...

Estou a rir que nem uma perdida. AHAHAHAH Vou comprar um planta só para a torturar! ahaha

Dora disse...

I'm not an animal, baby or plant person. Normal? Também acho que não.

Tulipa disse...

E resulta? É que se assim for, já arranjei um passatempo novo :)

sem-se-ver disse...

mas as plantas não odeiam ou sofrem com isso, anouc. adoram :)

pelo que torture lá de outra maneira, ou, pensando melhor, continue a 'torturá-las' assim!

:D

Brown Eyes disse...

ahahahah não é que eu faço o mesmo? Eles reclamam? Coitadinhas. Não sabia. Nunca consegui ouvi-las, para tudo é preciso ter feeling, não tenho. Seja como for vou continuar a tortura-las.
Beijinhos

Gonçalves, o abonado disse...

E é muito bem feito. Sim, que quando não sabemos das chaves, ou do maço de tabaco, ou daquela camisa que dava-mesmo-jeito-hoje-e-estou-quinze-minutos-atrasado-para-a-reunião, ninguém me tira da ideia que foram as cabras das plantas que se desenterraram durante a noite e mudaram tudo de sítio.

Coisas traiçoeiras, as plantas.

Mimo Azul disse...

só estás a treinar a flexibilidade delas =)))

beijocaaaaaaaaaaaaaaa

Elsa disse...

As ideias que Tu tens...Gostei!