segunda-feira, 31 de março de 2014

Desconfio há muito tempo

que ir ao dentista provoca cáries. 
Uma pessoa vai fazer uma limpeza e lá vem a conversa "Olhe que tem aqui uma cárie...vai ter de marcar uma consulta para tratarmos disto. Não lhe dói quando bebe coisas frias ou quentes?", "Não, não dói nadinha", "Que estranho". E então uma pessoa vai e marca a consulta. Na consulta vêm mais novidades bombásticas, "Olhe que aqui deste lado tem outra cárie a formar-se. Temos que se tratar disto.". "Mas como é possível doutora? Eu porto-me tão bem. Eu é fio dental, eu é elixir, eu é escovar os dentes três vezes por dia, pah!", "Pois, às vezes isto é das pessoas, sabe?". 
É mais ou menos como levar o carro ao mecânico. Uma pessoa vai lá por causa de um barulhinho, e quando dá por ela, dizem que tiveram de meter um carburador ou um difusor ou um compressor (ou qualquer outra merd* acabada em "or") ou que a tampa do tanque não sei do quê está a verter óleo e bang, 430€. Uma pessoa lá sabe se foi ou não foi... olha-se para o carro e parece tudo na mesma. Mas pronto. Pagar, calar, seguir.

5 comentários:

Pastora disse...

ir ao dentista provoca cáries nos dentes e na carteira, foda-se

Cisma ♥ disse...

hahah tão verdade! mas muitas das vezes realmente está ali a formar-se algo. sabes que as cáries muitos vezes não estão visiveis e só se repara quando o dente está meio mole ;)

Portuguesinha disse...

É tão verdade!
Agora que as clínicas de vários profissionais no mesmo espaço proliferam, não mais uma pessoa vai ao dentista e este diz: "está tudo bem".

E agora estas clínicas disponibilizam uma consulta de rotina gratuita de 6 em 6 meses. Reforçam bastante a parte da «gratuita» como se uma pessoa não soubesse de antemão que de gratuito não tem nada, porque devem deixar uma cárie de lado para tratar, ou inventam uma ou mais que não seja, reforçam a importância de uma LIMPEZA. Enfim. Como é que uma pessoa vai saber se a boca precisa ou não de todos os tratamentos mencionados?

Fiz um tratamento no final do ano passado a rondar o valor que indicas. Pensei que com 3 ou 4 cáries e mais não-sei-o-quê a coisa ia demorar. Pois a primeira consulta e é verdade, levei menos de CINCO MINUTOS sentada na cadeira. Tudo foi feito com essa rapidez. Foi tratar de uma "falha". Na seguinte não mais de 15 e na realidade não tive nenhuma acima de um quarto de hora. Incluíndo entrar no consultório.

No total acho que nem perfiz uma hora de cadeira e foram umas cinco ou seis idas ao consultório. O gasto versus hora é extremamente desproporcional. Antes ainda faziam os tratamentos todos seguidos. Agora mandam as pessoas aparecer às prestações. E assim não parece que gasta tanto dinheiro por apenas uns... minutos.

Mas pronto. Vamos crer que são tratamentos realmente dispendiosos, o material é de qualidade, o profissionalismo exemplar e todos honestos no que fazem.

Fã da TV e Cine disse...

Descobrirei em breve :D

A Maleta disse...

Não poderia estar mais de acordo contigo :D