segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

the D is silent


Só o Tarantino consegue saltar entre o hilariante, o grotesco e o horrendo com esta graciosidade.
As polémicas, não as entendo. As far as I know, haters will hate.
Recomendo. Mesmoooo.
Ide ver. Ide e rejubilai.

17 comentários:

Maat disse...

estou com grandes expectativas e estou com medo de ficar desiludida. mas quero muito ver.

grassa disse...

Não percebo o conceito de "ficar desiludido com o Tarantino".

Maat disse...

eu juro que não vim aqui comentar porque também me deixaste um comentário. foi simultâneo, foi pura coincidência :)

Maat disse...

grassa, ficar desiludido com o Tarantino é não ser outro Kill Bill, para mim o melhor filme de sempre.

anouc disse...

Maat, vou precisar dessa garantia por escrito e autenticada por um notário.

grassa disse...

Maat, sem ofensa, mas ou largas essas drogas, ou arranjas outro dealer.

Os "Kis Bis" (plural) são as piores coisinhas que ele fez. Muito boas, claro, que o Tarantino faz filmes como eu faço amor, mas as piores.

Um "Pulp Fiction", um "Inglorious Basterds", um "Reservoir Dogs", um "Jackie Brown", até a short feature dele no "Four Rooms" chutam a Uma Thurman nos tomates. Que eu espero que ela não os tenha, que eu já me imaginei a fazer-lhe coisas lá em baixo que envolvem espeleologia com a língua, e não jogo malabar de tomatinhos com a mesma.

Jo disse...

Também adorei! Fabuloso. Estou a torcer muito por este filme.

Maat disse...

grassa, o kill bill (singular, era um único filme, ele teve de o dividir em dois por ser demasiado longo) para mim é o melhor dele.

concordo que o pulp fiction, por exemplo, seja mais um filme de culto, ou o reservoir dogs, mas para mim o kill bill é o melhor tarantino até hoje. se calhar mais pela temática do que propriamente pela mestria dele, admito.
mas a ultra violência e lutas fantásticas, a sequência não temporal do filme (uma técnica não exclusiva deste filme, eu sei), a sequência em anime e aquela a p/b, o imaginário do kung fu e, talvez, a altura da minha vida em que o vi, fazem dele o melhor.

jackie brown melhor que o kill bill? really? não digo que seja mau, mas é o menos bom.

Maat disse...

grassa, o kill bill (singular, era um único filme, ele teve de o dividir em dois por ser demasiado longo) para mim é o melhor dele.

concordo que o pulp fiction, por exemplo, seja mais um filme de culto, ou o reservoir dogs, mas para mim o kill bill é o melhor tarantino até hoje. se calhar mais pela temática do que propriamente pela mestria dele, admito.
mas a ultra violência e lutas fantásticas, a sequência não temporal do filme (uma técnica não exclusiva deste filme, eu sei), a sequência em anime e aquela a p/b, o imaginário do kung fu e, talvez, a altura da minha vida em que o vi, fazem dele o melhor.

jackie brown melhor que o kill bill? really? não digo que seja mau, mas é o menos bom.

Pp_FANTASMA disse...

*****

grassa disse...

És menina para gostar de anime, Maat?

Maat disse...

grassa, desculpa desiludir-te, mas não é coisa que me interesse assim muito. mas já fui ao Iberanime :)

grassa disse...

Damn. Seria de esperar que, entre tantas coisas de que não gostas, esta se tivesse safado...

Lima e Tequilla disse...

Quero ir ver =)

Paula Nogueira Guerra disse...

Eu amei o filme e... nem sou fã do Tarrantino! Mas este vale mesmo a pena :)

Beijo doce xxx

A Bomboca Mais Gostosa disse...

Quero muito ver :)

Jo disse...

Pequena rebelde :))) espero que estejas bem!!
Adorei o filme. Mostra aquilo que a escravatura foi, uma estupidez tremenda. Aconselho vivamente. Esta muito bom.