segunda-feira, 23 de agosto de 2010

Encontrar os antigos colegas de liceu

...causa-me dores excruciantes na região lombar. Por entre os sorrisos forçados e a alegria fingida, a conversa é sempre tão básica e teatral, que parece que se está a assistir a um novela da TVI. Fazem-se as perguntas da praxe "Então e agora o que é que fazes?" "Já casaste?" "Já tens filhos?"... perguntas cujas respostas não interessam minimamente a nenhuma das partes. Além de que o encontro acaba sempre da mesma maneira. "Temos de combinar aí uma jantarada!". É sempre assim que acaba... atiram-se ao ar planos para uma jantarada hipotética a que ninguém pretende ir.

27 comentários:

Fresco_e_Fofo disse...

É qualquer coisa do tipo de convite à brasileira:
- Passa lá em casa para uma cervejinha, mas nunca dão a morada lolol.

Salvador disse...

É, parece que enveredaram todos por carreiras politicas... é que estamos perante o politicamente correcto (leia-se fingido).
Porreiro, Pá... sem ser politico. Só correcto... ))

Miss B disse...

ms olha k é mesmo komo dizes. muitos dos colegas nem precisam k s faça uma pergunta, dizem logo o k é feito deles para meter nojo..loool

Hyndra disse...

:D É tão verdade o que escreveste!

pinguim disse...

É curioso que desde há poucos meses se criou um grupo de antigos alunos do Liceu da Covilhã, o que eu frequentei, com trocas de fotos, reatamento de amizades há muitos anos esquecidas e até já houve algumas reuniões, almoços ou jantares e é sempre bom reencontrar gente que não víamos, no meu caso, quase há 50 anos...
Claro que surgem as perguntas, mas acima de tudo a conversa baseia-se nas recordações comuns.

Rafeiro Perfumado disse...

Faz como eu, desde que no último encontro fiz questão de realçar qeu era o único sem barriga e com o cabelo intacto, nunca mais me convidaram.

Mariana disse...

O problema é quando a jantarada deixa de ser hipotética e passa a ser... REAL!!!!

E, como se não bastasse, na hora do convite dá-se-me uma diarreia mental de tal ordem que respondo: "Sim, eu vou! Vai ser giro".

O giro deixa de o ser na hora em que já à mesa te relembras que nunca na vida te deste bem e a passagem dos anos naquelas coisinhas dá-lhes tudo menos inteligência e sei lá... educaçao! É aqui que os esgómitos aumentam numa intensidade avassaladoramente assustadora! A tripa sai-te disparada pela boca (e não só, com um bocado de sorte) quando.... Começa o karaoke!

E aqui a vontade de invadir a cozinha e heroicamente sacar uma face de cortar coxas de vaca (?!) para no meio da sala, e à frente de todos, cortar as virilhas e fazer belo chafariz.... É indiscritivel!

Saio de lá com menos 5 kgs!

Outra coisa bastante patusca: Mas porque raio o belo do tuga sempre que quer conviver... marca convivios que gravitam em torno de mesas recheadas? Eu gosto muito de comer mas faz-me muita confusão esta mania irritante!!!

Helena disse...

Ai pah, vocês são tão básicos. Tsc, tsc, tsc... Façam como eu, passem por eles e finjam que nem os conhecem, muahahah!
Resulta sempre.

Miss Murder disse...

Tão veridico.. é isso e o "temos de combinar um cafézinho" e ninguém realmente quer ir!

Mary Jane disse...

Primeira visita e rendi-me ao teu talento! Mesmo tendo eu uma relação muito próxima com aqueles que foram um dia meus colegas de liceu. Também, ainda não passou muito tempo tenho que admitir!

Manu World disse...

N podia estar mais de acordo!!!!
É por isso k normalmente nunca alinho em nada....digo sp k já tenho 1 compromisso nesse dia!! lol.......
...e dp sou apelidada de ANTI SOCIAL...mas enfim, n tem mal..é apenas 1 detalhe!!
:)
Eu fico feliz.....e eles tb n devem sentir a minha falta!!
Já lá vai o tempo em k tinha-mos k fingir k era-mos tds mts amiguinhos!!!
LOL
:))
Bom blog!!
:)
Bjinhuzzzzz

Tulipa disse...

Eu gosto mesmo é daquela parte "Estás igual!"
yha, yha,pois, igual a quê ou a quem? :)

Pinkk Candy disse...

então a parte do "temos que combinar aí..." é que era perfeitamente dispensável. x)

Piston disse...

Geralmente corto essas merdas em menos de nada. Não dou o feedback que se espera e despacho a coisa rapidinho.

Catsone disse...

É como a fachada de uma casa...

Mr_Glue disse...

E fingir que se está a falar ao telemóvel? É do melhor.... faz-se aquele aceno com a cabeça, o sorriso 55, e siga... ;)
O pior é qdo o telefone está com som, e desata a tocar colado ao nosso ouvido!! ;)

Suspiro do Norte disse...

Mesmo.. o pior é que qd isso me acontece geralmente estou em dia não, toda despenteada, toda pirosa..lolol

e depois o cafezinho fica sempre para um dia...

Descalça disse...

Tal como referiu a Mariana, mau mesmo é quando o tal jantar se torna real. Eu fujo dessas coisas, não tenho paciência nem tempo para desperdiçar com troca de recordações saudosistas e sorrisos idiotas e forçados.

Pronúncia disse...

Na maioria dos casos é mesmo verdade o que dizes. Felizmente há honrosas excepções que compensam bem os fretes e a conversa de circunstância!

Vitor disse...

Tal & qual...já me aconteceu um cento de vezes,com a diferença de me causar orticária ;-)

Bj*

ODEUSQUERI disse...

Desde que não façam perguntas...
per guntas claro que as jantaradas
são o epítome ou koiso que tal da cultura portuguesa e mediterrânica assi como a conversa de treta
parece mal não respeitar os rituais sociais
debes ser muito anti-social
não é uma pergunta nem uma questão
é uma hipótese
se és ou não também num me interessa nada
os anti-sociais não formam clubes

- disse...

...Passei e surpreendi-me e gostei!
Em relação ao post, acho que a sinceridade nestes casos é o melhor a fazer...porque ficam os amigos e a esses o elo permite ter sempre uma palavra porque ela (A palavra) nunca se perdeu.
Dos outros e para os outros basta um simples olá tás bom(boa).

Mariana disse...

Que giro!

E, pelo contacto que tive com alguns, os anti-sociais andam todos na fase da negação. Portanto, os outros é que o são. Ideias! Vai-se lá perceber.

Assim como os anti-sociais têem de respeitar os rituais dos "sociais" parece-me mais do que justo os "sociais" respeitarem os rituais dos anti-sociais. Got it? Aliás, recomenda-se vivamente que assim o façam. É que os anti, ainda ressabiadões como são, ainda são capazes de morder e dar nova utilidade à vassoura e... stuff


Meto-me no saco e considero-me anti-social pelo que disse aqui? Claro que sim! E cuidado!Olhem que se me contrariam ou me melgam a moleira eu rosno, mostro os dentes (caninos bem afiados, atenção)trinco, 'esgadanho', pontapeio e... mordo(já disse?)!


Run! Run for your life. Anti-social na área. Buuuuu


*magg*

Mak, o Mau disse...

Foi já a pensar nessas foleiradas que eu nunca fui à escola...

PP_FANTASMA disse...

És a terceira, da segunda fila, contando da esquerda para a direita. Certo?

Elsa disse...

É Realmente uma MERDA!

Brown Eyes disse...

"Já casaste?" "Já tens filhos?" Como se isto resuma uma vida, como revele algum coeficiente de felicidade,não é? Perguntas que não percebemos o interesse nem a importância. Beijinhos.